Elo com a verdade: Ultrassom Obstétrico

 

 

O ultrassom obstétrico é realizado durante a gravidez e não utiliza radiação ionizante, é um método de imagem indolor e seguro para a mãe e para o bebê.  Detecta precocemente a gestação, inclusive de gemelares, e ajuda no diagnóstico de algumas má-formações fetais. Pode fornecer informações importantes como mostrar se a gravidez está dentro ou fora do útero, idade gestacional, sexo, batimento cardíaco, se há deslocamento da placenta, alterações cardíacas, além de detectar problemas genéticos como síndrome de Down e até o lábio leporino.

 

No pré-natal, recomenda-se que sejam feitos pelo menos quatro ultrassons, sendo que o primeiro deve ser feito na 7ª ou 8ª semana de gravidez por via transvaginal, para visualizar e medir o embrião, determinar a idade gestacional e detectar seu batimento cardíaco. O segundo ultrassom deve ser feito entre a 11ª e 14ª semana de gravidez, para avaliar a sobretudo a translucência nucal, e indicar o risco do bebê ter uma doença genética como síndrome de Down. No segundo trimestre, é realizado o ultrassom morfológico para examinar todas as estruturas e órgãos do feto. E nas últimas semanas da gravidez, por volta da 34ª semana, pode-se fazer mais um ultrassom para acompanhar o crescimento do bebê, peso, quantidade de líquido amniótico e as condições da placenta.

 

Dra Marília de Morais Gonçalves – CRM: MG-58295

Médica Radiologista da Elo Imagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *